sábado, 2 de janeiro de 2010

Lua do Ano Novo



Lá! No céu! A minha lua!

Não é de queijo nem de prata...

Não é de queijo?

Não é de prata?

Lua de todas as fantasias!

Lua do Ano Novo...

Um comentário:

al.nauta disse...

Ele nasceu no morro
Não sabe nem em que data
Até pensava que a lua
Pendurada no céu
Fosse um pandeiro de prata

Foi na batida do samba
Que ele aprendeu seus primeiros passos
Mas a vida foi má e ele cresceu
Calejando seus braços
Mas que importa que tudo
Lhe traga dissabores
Se ele tem o samba, se ele tem o samba
Pra cantar amores
TULIO PIVA

Alguém gostou muito!!

Loading...

Quando o arquiteto planejou o horizonte

Quando o arquiteto planejou o horizonte
seu coração ardia igual saudades...